Apresentação

Em 1978, como primeiro passo de um plano cultural a ser efetivado, o IDC tomou a iniciativa de produzir uma revista de cultura fundamentada na fé cristã. Idealizada pelo Padre Arthur Morsch, S.J., e pelo Desembargador Alaor Antônio Terra, a Revista Cultura e Fé, publicada pela primeira vez naquele ano, compila artigos de juristas, economistas, especialistas e outros expoentes sobre temas educacionais, filosóficos, políticos, teológicos, científicos, literários, jurídicos, biomédicos e econômicos. Completou, em 2012, 35 anos de circulação ininterrupta e vem mantendo, desde os primeiros números, um nível editorial à altura do que se exige de uma publicação do gênero.
Segundo o Professor Dr. José Sperb Sanseverino: “Todas as frentes de atuação do IDC são realizadas com sucesso. Um exemplo disso é o vigor da revista Cultura e Fé. “Tenho toda coleção”, conta com orgulho. E finaliza:
 
“Tenho certeza de que os autores renomados somados à qualidade de seus artigos são a razão pela qual ela se mantém tanto tempo. Desta forma, acredito que a revista continua orientando o pensamento. E, para isso, o seu conteúdo tem de ser bem formulado e expressado como ocorre desde a sua criação. [...]. O IDC sempre se mostrou inabalável na sua fé católica, pois, mesmo depois do Concilio Vaticano II, as grandes linhas fundamentais do IDC não mudaram, continuam sendo as que o padre Morsch pregou.”
 
Mais tarde, o professor Sérgio Almeida de Figueiredo assumiu o posto de diretor da revista, com a morte de Alaor Terra. Ele lembra que a Cultura e Fé foi inspirada em outra publicação – La Civiltà Catttolica, revista  quinzenal de cultura, fundada em 1850. E acrescentou:
 
“Há muitos anos, à época do retorno do padre Morsch ao Brasil, existia uma revista de cultural chamada “Estudos”, dirigida pelo padre Antônio Loebmann, S.J., que também era jesuíta, e que deixara de ser publicada. O padre Morsch quis, então, fazer uma revista que substituísse a “Estudos””.
 
Atualmente, Cultura e Fé, Revista de Humanidades, circula em todos os estados da federação brasileira, de onde chegam lisonjeiras referências como “única” e “indispensável”. E mais: tem sido usada em mesas-redondas, seminários, conferências e é recomendada como fonte de consulta em faculdades de Filosofia, Teologia e Ciências Humanas em geral. Está, inclusive, no Vaticano, onde recebeu, dos diretores da revista La Civiltà Cattolica,  dos Jesuítas de Roma, autorização de republicar os seus artigos no Brasil.
Os assinantes da revista Cultura e Fé integram uma elite cultural como sociólogos, filósofos, juristas, advogados, religiosos, políticos, enfim, pessoas atuantes tanto na sociedade brasileira como também em diversos países da América do Sul e da Europa.
 
Fonte: COLPO, Domingos Roberto.  IDC:   um compromisso de meio século com a qualidade do conhecimento.  Porto Alegre:  Sapiens,  2013.