Parceiro do IDC FAMERCO, jornalista e publicitário Gilberto Lehnen é homenageado em Porto Alegre

Na manhã do último sábado (21) a Câmara Municipal de Porto Alegre através de uma iniciativa do vereador João Carlos Nedel, prestou uma homenagem a Gilberto Lehnen, um dos pioneiros da publicidade no Rio Grande do Sul, onde entre seus inúmeros trabalhos ao longo de sua carreira, Lehnen por muitos anos atuou em parceria junto com o IDC FAMERCO, e que desde o último sábado, emprestará seu nome a uma das avenidas no entorno da Arena do Grêmio, seu time do coração, situado no bairro Humaitá, na capital.


Para cerimônia de descerramento da placa indicativa para Avenida Gilberto Lehnen, estiveram presentes na solenidade representando o IDC FAMERCO, o vice-presidente da instituição, Domingos Roberto Colpo, acompanhado pelo Diretor Financeiro, Lauro Santos do Nascimento. 


Nascido em 17 de janeiro de 1935, em Taquara, Antônio Gilberto Lehnen foi um dos fundadores da Rádio Taquara. Filho de Albino e Maria Capra Lehnen mudou-se para Porto Alegre ainda jovem, para fazer o curso técnico em construção de pontes e estradas, na Escola Técnica Estadual Parobé. Desde sempre apaixonado por comunicação, seguiu como radialista, em memoráveis narrações das corridas de carreteira, Tarumã e Interlagos. Escolheu a carreira de comunicação social, substituindo a construção de pontes de ferro e brita "pelas pontes de relacionamento entre as pessoas", como dizia. Formou-se em Jornalismo e em Publicidade e Propaganda e também foi professor da PUCRS.


A fé e a religião católica o levaram a participar do Movimento dos Cursilhos de Cristandade. Foi um dos organizadores da vinda do papa João Paulo II a Porto Alegre, tendo recebido dele a Santa Eucaristia e a honra do título de Cavaleiro do Santo Sepulcro. Lehnen foi um dos fundadores da Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresa no Estado, destacando-se por sua atividade e coordenando encontros de reflexão e campanhas de divulgação. Período quem Lehnen esteve muito próximo do IDC FAMERCO.


Com uma reputação respeitada por todos, a sua principal característica era a relação ética e humana que conseguia manter com todos que eram próximos. Gilberto Lehnen faleceu no dia 28 de fevereiro de 2014, aos 79 anos, em Porto Alegre. 

Veja Outras Notícias

Mais Notícias